terça-feira, 30 de junho de 2009

Fugem, Fugem!!!


Aceitem um conselho desta Kika que vos escreve... Fujam o mais possível da António Augusto Aguiar. Fujam... Fujam da Zilian... Não olhem, não cheirem, e definitivamente não entrem só para ver uma coisinha... NÃO!!!!!

Aqui a vossa Kika, ao passar pla ribeirinha pôs o pé, molhou a meia pôs o pé, molhou a meia... e teve de comprar uns sapatos novos porque não podia andar de meia molhada correndo o risco de apanhar uma pneumonia e isso é coisinha chata de se curar (não, não molhei meia nenhuma, foi mesmo só uma desculpa disparatada).

Logo à entrada, para despertar os sentidos, chinelas de enfiar o dedo, uma flôr de tecido, salto de cunha em ráfia, baixinho mesmo como eu gosto. E há em prata e amarelo, e há em camel e vermelho, e há em toupeira e fucsia, e há em beje, e há em preto, e há em dourado e laranja... e as prata com a flôr roxa deram-me volta ao miolo. De modo a prevenir a doideira, agarrei-me a elas com unhas e dentes (e ó que eles são grandes).

Se eu fosse menina de ténis, tinha muito por onde pegar. Há uma estante só de ténis, todos diferentes, às cores, aos retalhos, todos lindos... Se gostam de 'téne' no pé, não vão lá. Não vão, ok?

E as sabrinas??????? Rosa com laço castanho, verde água com lacinho branco, turquesa com beje.. ahhhhhhhhhhh...... afasta de mim este cálice Pai!

Na estante dos verdes tive uma crise de fígado, na dos vermelhos uma pontada nas costas, na dos prateados uma tromboflebite, na dos rosas uma cólica renal... e antes que fosse levada em braços para um qualquer hospital lisboeta, peguei nos meus sapatinhos e, tal qual os burros com palas nos olhos, paguei (convém) e virei costas ao demónio.

Da próxima vez que tiver de passar a menos de 500 metros desta loja satânica, ponho um colar de alhos ao pescoço e rezo o terço 20 vezes, de trás para a frente, enquanto me benzo com água Formas Luso de pêra.


Aiii que non s'aguenta esta Vida tão pecaminosa...

segunda-feira, 29 de junho de 2009

The Look of Love - Diana Krall



'The look of love is in your eyes
A look your smile can´t disguise
The look of love is saying so much more than just words could ever say
And what my heart has heard, well it takes my breath away
I can hardly wait to hold you, feel my arms around you
How long I have waited
Waited just to love you, now that I have found you
You´ve got the look of love, it´s on your face
A look that time can´t erase
Be mine tonight, let this be just the start of so many nights like this
Let´s take a lover´s vow and then seal it with a kiss
I can hardly wait to hold you, feel my arms around you
How long I have waited
Waited just to love you, now that I have found you
Don´t ever go
Don´t ever goI love you so
I can hardly wait to hold you, feel my arms around you
How long I have waited
Waited just to love you, now that I have found you
Don´t ever go
Don´t ever go
Don´t ever go'

Já por aqui disse que non m'aguento sem esta senhora, certo?

domingo, 28 de junho de 2009

Belo Dia!

Acordei passava pouco das 11h. Abri a janela e estava um calor absolutamente fantástico. Vesti o bikini e enrolei o pareo, peguei na toalha de praia, no chapéu de sol e 'ala' que se faz tarde.
30 minutos depois já o Sol me aquecia as costas e me obrigava a ir à água salgada, que estava deliciosamente fresquinha. Deixei o mar para trás e fiz uma caminhada, dum lado ao outro, do outro ao outro... e mais um mergulho.

A esta hora já o Sol convidava a um encontro com a toalha. Ao folhear a Happy pensava que feliz que era quando estava na praia, que o calor nos bem dispunha e que era bom se fosse todo o ano assim.

Para ser perfeito só faltava um Magnum de Amêndoas. Não seja por isso...


E foi ao trincar o gelado que trinquei a língua e acordei. Foi um dia que non s'aguenta... apesar de só em sonhos.

Gabriel Byrne

Tenho um fascínio especial por este grande querido. Não me perguntem porquê. Não sei se é do profundo azul dos olhos, se é pela calma que emana, se é por ser irlandês... Só sei que non s'aguenta!

Marcou-me muito como o apaixonado professor de Little Women, como o fantástico padre de Stigmata, mas principalmente como o excitante demónio de The End of the Days.

Long life to you Gabriel!

Como diz a minha avó...


Obrigada por este bocadinho,
especialmente por ter sido curto.

sábado, 27 de junho de 2009

Tudo menos choques, ok?


É no momento em que sobes as escadas do teu prédio a cantarolar gosto de ti desde aqui até à lua que sabes que o internamento está próximo.

Depois dos Travesseiros de Sintra, vêm os Carapaus de Alcabideche.


Não sei se vos interessa mas a minha prima almoçou hoje Carapaus de Escabideche. É uma inovação que non s'aguenta... penso que surgiu ali pós lados de Cascais... :S :D

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Um Amor que non s'aguenta!!!


A Alex desafiou-nos
e deu-nos mais um miminho.
'Ó Kika, quem são os teus 5 VIPs?'
Se eu disser, tenho direito ao bolinho?


Estou farta de pensar, e pensar e pensar... Deu nisto:

  • Tio Espírito Santo, que me guarda a bufunfa
  • Tia meo, que me permite internetar
  • Tia EDP, que me dá luz
  • Tia Veolia, que me dá água para me banhar
  • Tia TMN, Tia Vodafone e Tia Optimus, que me deixam bla bla bla quando me apetece

Assim de repente, não me consegui lembrar de mais ninguém... Eu sei, eu sei, tenho uma memória que non s'aguenta!

Come Back- Depeche Mode

´

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Dizia a minha avó:

És a neta mais linda do Concelho de Mafra.

E sabia tão bem ouvir que non s'aguentava!

Sara Bareilles - Gravity



Gosto imenso desta música. Inspira-me.
Da Sara Bareilles gosto ainda mais, já aqui disse.
Oiçam se tiverem vontade.

Já cá canta... e fala... e tudo e tudo e tudo.


Chegou hoje! Eu pedi e o meu pa(i)drasto deu. E é branco. E fica tão bem no meu habitat. Obrigada a ele que é um querido e tem um bigode parecido com o Sr das pringles.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Aviso.

Serve este meio para dar a conhecer que está a dar, no canal Hollywood, este fantástico filme que non s'aguenta!


Fui.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Tanto Glamour que non s'aguenta!

A Gominha acha que o Non s'Aguenta é um Glamour só. E por causa disso ganhamos mais um selinho :)

E, para variar, as regras costumeiras:

1. Deve exibir o selinho em seu blog.
2. Postar o link do blog que te indicou.
3. Listar 5 desejos de consumo que a deixariam mais glamourosa.
4. Indicar 10 amigas glamourosas e avisá-las que foram escolhidas.



Então, Kika da Lapa ficaria mais glamourosa (o que é um bocadinho difícil visto já ser o expoente máximo, mas ok :D) se:
  • fosse ao cabeleireiro com mais frequência para pôr lights, fazer a mise, cortar aqui e ali. (Dado ser esteticista, pés, mãos e depilação andam sempre nos trinques :D)
  • tratasse as pequenas imperfeições corporais, tipo um sinalinho que tenho acima da coxa. Pensavam que era celulite? Flacidez? Acham que eu tenho disso? Nem pó... :P
  • comprasse (ainda) mais roupinha, mas desta vez sem contar os trocados, ok?
  • andasse bronzeada durante todo o ano. Dado ser contra solários e falsidades afins, teria de andar 365 dias atrás do sol. Chato não era?
  • tivesse um Mini amarelo, ou vá... rosa bebé :)

Minhas Amigas e meus Amigos, que o Glamour esteja convosco...

Quem quer? Quem quer?

Mas será que ninguém, por esta blogosfera adentro, quer ser o 50?
E morar na Quinta da Beloura... ninguém quer?


Panisgas... Non s'aguentam vocês!

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Era uma vez...

... uma menina que decidiu ir aos álbuns do Gmail cuscar o que tinha para lá. 'Ah que giro... álbuns Picasa', disse ela muito espantada. E abriu-os. E viu fotos suas. E viu ainda umas fotos soltas que reconheceu do seu blog. E pensou: 'Se as fotos estão no blog porque as hei-de ter aqui a ocupar espaço?'. E apagou-as.

Entretanto, alegremente cantando, inicia sessão no seu rico blog e vê que os sítio das fotos está ocupado por um rectângulo que tem no canto superior direito um quadrado com uma cruz. 'Interessante', pensa ela, 'lá está o blogger a fazer das suas'.

E passa um dia. E uma amiga da menina atenta no mesmo pormenor. E a menina explica que é um erro do blogspot.

E passa outro dia. E a menina sente que há algo estranho, e de repente, tem um rasgo de clarividência e exclama para si mesma: 'O que é que fizeste minha energúmena? Apagaste as fotos do Picasa... e agora?'


E agora a menina passa os seus serões a tentar encontrar as fotos dos posts, e googla, e edita, e entre tarefas lamenta-se: 'Ai ca Burrrra!!!'




Moral da história: a menina é uma estúpida de m#%&@ que tem a mania das arrumações e então deita fora tudo o que vê à frente. Mas que raio de espaço aquilo lhe ocupava, hein? Fazia-lhe comichão?
Non s'aguenta asnos... ou asna, neste caso!

domingo, 14 de junho de 2009

Estive a fermentar...


... em Formentera.


A piada é fácil, mas dado o sol que apanhei na moleirinha até me parece inteligente. E fazendo bem as contas, comi tanto que me senti a crescer, qual massa de filhós encharcada de levedura. Corpos Danone, Sveltesse e Adagio magro, podeis voltar porque estais perdoados, apesar de ter sido uma vida tão fantástica que non s'aguenta!

sábado, 6 de junho de 2009

Como se inserir na Sociedade.

Tirar 3 dias de férias e ficar com a semana toda para laurear a pevide.

Esperteza Europeia

Sou defensora acérrima do voto. Tenho para mim que votar é tanto um dever como um direito do cidadão. Só ao exercer esse dever temos direito a reclamar. É a minha opinião, que vale o que vale.

Uma das primeiras coisas que fiz quando atingi a maioridade foi recensear-me. Estava tão orgulhosa por fazer parte dum País e por poder ajudar na escolha dos seus governantes que não me cabia um alfinete no dito.

O meu primeiro acto eleitoral foi um referendo da interrupção voluntária da gravidez. Imaginem-me com 18 anos, ideias frescas, sangue na guelra, com a mania que ía salvar o Mundo (continuo a pensar que sou o Sassá Mutema), a entrar na sala de voto e a empunhar o meu cartão de eleitor como se de uma relíquia se tratasse. Aproximo-me, com ar de pavão, da mesa de voto correspondente ao meu número (a última, refundida lá ao cantinho), entrego a minha relíquia e o meu BI e ouço do outro lado: a menina não pode votar porque ainda não fez 6 meses de recenseamento. Subiram-se-me uns calores por mim acima e um desânimo por mim abaixo. Senti-me a cidadã mais infeliz à face da Terra e só me apeteceu sentar e chorar... ou puxar duma naifa e desatar a espetar povo. Mas não o fiz. Engoli o meu grande sapo, pus um tampão na torneira, guardei a navalha e saí discretamente (deu-se o milagre da transformação: pavão em ratinho).

Desci as escadas a rogar pragas ao responsável pelas regras eleitorais e a escrever mentalmente uma carta dirigida ao Sr PM da altura, Aníbal Cavaco Silva, onde exprimia toda a minha indignação, dado que eu era uma mulher adulta, com 18 anos, sim uns crescidos 18 anos, e estavam a retirar-me um direito que me era inerente. Pertencia-me tanto como a roupa que tinha vestida. E ninguém me tira a roupa (pelo menos sem eu querer).

A sorte do Cavaquinho residiu nos 4 lances de escadas que tive de descer em peregrinação de tal maneira lenta que quando cheguei à rua já pensava mais em praia do que em cartas reclamatórias do tipo vais-cair-em-saco-roto. Se não fosse isso, ele tava bem feito comigo... oh se tava! (Disse-se por aí que ele chegou a transpirar de medo).

E isto tudo para dizer:

Queridos Srs que mandam nesta choça toda das eleições, não são os caros que apelam ao voto? Não são os fofos que alertam para o facto de este ser um dever de cidadania? Sim? Então porque raio me vão meter umas eleições num domingo que antecede uma semana cheia de feriados em que 80% de Portugal pára e vai pá terra, vai pa fora cá dentro ou pa dentro lá fora? Se o povo já é normalmente preguiçoso na demanda das suas obrigações, com este pequeno pormenor tá-me cá a parecer que as europeias vão passar um bocadinho ao largo da costa (da caparica) e isso é coisinha para ser chata.


Ariops, temos uns caturros tão espertos que non s'aguentam....

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Swatch de Manish Arora...


Os Swatchs nada me dizem desde a Expo 98, mas desde que vi esta coisinha dourada, com um sifrão fiquei doida, cheia de vontades.
Lá fui eu, feliz e contente, a uma loja Swatch motivada a comprá-lo.
Assustei-me, pois este fofinho custa € 265, porque são edição limitada, porque são criados pelo designer Manish Arora, porque só existem por encomenda, etc etc ...
Meus queridinhos, fica para a próxima, pois valores acima dos € 150 não são possíveis para um relógio Swatch.
Digo eu com certeza.

quinta-feira, 4 de junho de 2009

...




Há pessoas muito más.

A Wish (keep fighting)



Please don't be scared
I won't disappoint you

Just look at my face
I shouldn't love you anyway
I wanna try it
I think I'm already trying
I'm already trying
Because I believe it
Yes I believe it
And I am trying...

Please keep fighting
Keep fighting...
Together we can build something beautiful
Please keep fighting
Together we'll build love...

I can't live without you
Could I ever learn how to live... with you?

Cause I believe it
Yes I believe it
And I am trying...
Please keep fighting
Keep fighting
Together we can build something beautiful
Please keep fighting
Together we'll build love...

Please keep fighting
Keep fighting
Together we can build something beautiful
Please keep fighting
Keep fighting...
I wont give up on you...

Please keep fighting
Together we'll build love...

Don't you give up now on me
I won't give up on you...

1 minuto pode parecer 1 dia


Para quem espera, claro.

terça-feira, 2 de junho de 2009