domingo, 25 de dezembro de 2011

'O' Presente!

Eu poderia dizer muita coisa acerca disto, mas sinceramente ainda estou sem palavras...
Love U!

O Natal cá por casa...




... foi feliz!

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Nhaca nhaca!


Faltam apenas 11 dias para eu meter a mão na massa... e a dentuça também :)

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Back to the 80's :)

Hoje tive uma Visita de Estudo.

A excitação era igual à de 15 anos volvidos, contudo senti 3 enormes lacunas:
  • o cesto de vime
  • o caprisone de maçã
  • a vianinha com manteiga pastora
Sem estes três essenciais, nem pude fingir que estava no Planetário... ou no Aquário Vasco da Gama...

Ainda dizem que é bom crescer... o tanas, senhores, o tanas!


sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Hoje...

... não só me apetece desmaiar, como também começar a correr e só parar numa ravina erma e gritar muito. Gritar mesmo muito. Mas mesmo muito.

Só ainda não decidi se faço isto antes ou depois de desmaiar.

domingo, 28 de agosto de 2011

sábado, 27 de agosto de 2011

E para quem acha que a praia não é educativa..



... é porque nunca teve com atenção à conversa do chapéu do lado.

Tá uma pessoa assim a jacarezar na toalha e as vizinhas do lado com um tal 'checa checa checa checa' que uma pessoa nem consegue ter atenção às revistas da semana com o casa descasa da tininha e do casitas, e vai dai que 'ósdespois' tenho de 'assentar' arraiais na conversa das queridas, o que dá mais coisa menos coisa numa tarte de maçã deliciosa, a qual partilho com vocês, coisinhas mais fofas:


Ora bem, comprai 6 maçãs reinetas, 1 lata de leite condensado, 1 pacote de natas, 3 ovos e massa areada. Cozei as maçanitas até ficar em 'piré' que osdepois vão meteri em cima da massa areada que já está numa forma redondida (daquelas q sai o cu... ups... o fundo). Em cima das maçãs metem a molhanga que foi feita com o leite condensado, os ovos e as natas, assim tudo mexido como se não houvesse amanhã. Zuca pó forno a 200º até a massa ficar morena e a molhanga borbulhar (+/-20 minutos)

Tiram do forno e fazem uma mona lisa com canela (eu fiz risquinhas mas isso é porque eu sou artista, portanto nada de tentarem fazer isso em casa porque é muito perigoso) (e se as gajas ficaram direitas oh oh nem sei...é modern art ok?).


E não é que fica supercalifragilespialidoso? Saborosa e fresquinha como se quer uma sobremesa :)


Digam lá se eu não sou uma caturra do melhor que há?

domingo, 10 de julho de 2011

Amor é:



Ele: Querida, onde queres ir?

Ela: Querido, quero ver estrelinhas.

Ele: Mando-te um murro na cabeça, vês estrelas que é um instante.

domingo, 19 de junho de 2011

Praia Imunológica

Via clássica: estar deitada na toalha
Via alternativa: ir molhar os pés
Via da lectina: comer um magnum de lecte

Pronto e é isto que estudar Imunologia faz a uma pessoa.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

São Pedrinho fofinho!




Obrigada São Pedro


por este ranhoso dia.


Se estivesse calor e sol,


quem é que estudava Imunologia?

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Fly Like An Eagle



Porque esta música me lembra o meu pai...

PS: Obrigada a ti por ma teres descoberto :)

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Acho..



... que é o primeiro ano, em 31, que me apetece apanhar o autocarro pó Azerbeijão e voltar quando pedirem muito.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Porque vou ficar metida num 31...



... não quero malas, não quero relógios, não quero quinquilharia nem merdices. Quero ser feliz, apenas e só.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Porque vou ficar metida num 31...

... e porque o amarelinho é a cor do Sol, dos pintainhos e do creme das bolas de berlin(de).

Porque vou ficar metida num 31...

... este roxinho cairia que nem ginjas, ou que nem ameixas... roxas, claro!

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Porque vou ficar metida num 31...

... e porque a minha 'calculadeira' teve 3 tromboses e uma paralisia no +.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Porque vou ficar metida num 31...



... e porque nem só de agrafadores e furadores vive uma lady, queria aqui pedir oh faxavôr 3 destas pá mesa do fundo. Uma camel, uma vermelha e uma amarelinha. Pronto e é só. Agradecida!

Porque vou ficar metida num 31...






... quero um agrafador e um furador.


Passando a explicar: tenho calhaus de slides para imprimir, agrafar, furar e 'dossiar'.

A impressora é um cocó, encrava pa xuxu, limpa de 5 em 5 minutos e tem insónias nocturnas que colidem com a minha vontade de dormir, mas ok... papo-a e espero que ela dure assim, chata, por mais umas 20 seasons de CSI.


O que me tira do sério e me faz trepar aos varões dos cortinados são os miseráveis furador e agrafador. O furador fura 3 folhas de cada vez e, quando se precisa de furar às 30 e 40 folhas, esta característica minimalista é coisinha para tirar a Irmã Lúcia do sério. Imaginem então a mim que sou herege.


O agrafador é primo do furador, ou pelo menos são da mesma freguesia, pois agrafa 5 ou 6 folhas com o agrafozito direitinho, mas passando dessa conta o agrafo levanta, o agrafo torce, o agrafo espeta, o agrafo eneeeeeeeeeeeeeeerva-me. E eu não me posso enervar porque sou senhora para ter um ataque de mau feitio e cortar o cabelo à pedrada.

sábado, 23 de abril de 2011

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Amigdalões.



Apresento-vos:


De verde, a minha amígdala esquerda.
De branco, a minha amígdala direita.

O prazer é todo vosso.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Saber viver. Ou como morrer de comichão.

Sou muito impulsiva, sincera e directa. Gosto dos pontos nos is e dos traços nos tês. E não gosto de engolir sapos, porque são indigestos e eu sou propensa a azia.
Posto isto, quando há bronca, não sou menina de me calar. Não sou menina de fingir que nada se passou, de bater nas costinhas e aplicar o meu melhor cinismo. Porque simplesmente não o tenho, (in)felizmente não possuo essa característica.

E por estas e por outras sou apelidade de mau feitio. E dizem-me que não sei viver.

Enervo-me, esgatanho e faço valer os meus direitos e as minhas ideias de justiça. Eu prefiro assim, sinto-me mais verdadeira, mais fiel a mim mesma, mais pessoa confiável. Sabem o que esperar: se não concordo, não concordo, se me pisam os calos, digo f#d$-se c#r#lh$, se meto a pata na poça, peço desculpa. Não sou perfeita, levanto muito da ideia, mas sou recta e não engano ninguém.


Contudo, e apesar de toda esta minha explicação, há quem ache que eu deveria moderar. Pelos outros a quem se deve vassalagem e por mim que acabo sempre lixada e vista como a apanhada das frontes. Pois que a vassalagem vá m#m#r na 5ª pata do elefante, mas eu... eu já não sou assim muito fã de patas de elefante, portanto pensei e falei pós meus interiores (não a lingerie, mas os fígados e essas coisas assim langanhentas que tenho cá dentro): Kika Maria da Purificação, então que é assim, ou continuas desta maneira e levas na tola, ou vais à mercearia comprar uma dose de cinismo e mudas(ti) de atitude.

Pratos da balança....

Querido, mudei a casa.

E pronto, agora tenho uma capa giríssima, sou só risos, abracinhos e beijinhos, ai e tal tá tudo bem, ai e tal por mim perfeito, ai e tal não faz mal se me atropelares, eu até gosto.

E acoplado a isso tenho um eczema numa perna. Se as palavras não me saem pela boca, têm de me sair por algum lado.


Vendo pelo lado positivo, antes um eczema de pele do que macacos no nariz.

sábado, 2 de abril de 2011

Ditam as regras:


Primeiro maquilhar e depois lavar os dentes.

Lógico.

Para a próxima primeiro maquilho-me e depois tomo banho.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

E se for com rodinhas?



Não sei andar de bicicleta. Não sei. Nem altas, nem baixas, nem fáceis, nem dificeis. Não sei. Ponto.

Hoje cresci 2 palmos quando vi aqui que o Nuno Markl também não sabe. Ou também pode ter sido só para o anúncio... hum... vamos pensar que não que é para eu me sentir melhor... bom mas também os 2 palmos que cresci já não interessam nada, porque eu sou como aqueles bolos ramelosos que saem do forno e murcham. Portanto neste momento sou uma ramelosa que não sabe andar de bicicleta e continua com uma altura ainda mais ramelosa dado os 2 palmos se terem pirado. Porque os 2 palmos não gostam de pessoas que não sabem biciclar. Entende-se.

E se me oferecessem uma bicicleta cor de rosa com cestinho? E se por acaso a dita viesse com rodinhas? Só assim por acaso...

É que só por acaso eu até era menina para gostar e fazê-la de cabide pá minha roupa. Mas só se não tivesse a Kitty. Porque se assim fosse eu teria de a usar e isso já era uma trabalheira.


Mas porque raio eu comi aquele esparguete hein? Tenho cá p'ra mim c'aquilo me deu volta à mioleira... deu deu....

Illegal Dreams


O Pedro Fernandes é um 'Big Boss' traficante de droga que anda a tramar o Fernando Alvim que, coitadinho, se me lamuria de que não tem nada a ver com drogas e que o negócio dele é mais armas. Aparece então o Jorge Palma que sussurra aos presentes que meninas, carninha da boa, é com ele e que tá a chegar um carregamento do Brasil, da Ucrânia e da Islândia (?) e que, além de fazerem umas maldades jeitosas (sim ele disse isto), ainda são peritas em unhas de gel.

Entretanto acordei.

Am i nuts or what?

quarta-feira, 30 de março de 2011

Fetiches


Tenho 2 fetiches. Bom tenho mais uns quantos mas isso agora não interessa nada, ja dizia a outra.

Ora bem....

Entro no restaurante do Olivier. Peço peixe. O peixe vem pá mesa. Eu abro o peixe. Chamo o cozinheiro, o Olivier himself, of course. Quando ele se me 'aprochega', eu levanto-me, pego no peixe, mando-o ao chão e grito: "It's raww. Rawwwwwwwwwwww!". LINNNNNNDO! Dou gargalhadinhas parvas só de pensar nisso... ihihihihihiiiihihiihih!

Sou mandada parar pela Policia. Pedem-me os documentos. Mostro-me nervosa. Saio do carro e mantemos este diálogo: Sr Guarda, faça o que quiser mas não vá ao porta bagagens"

Mas porquê?

Não vá...

Mas porquê?

Porque eu tenho lá a Maddie!

Ele dirige-se ao porta bagagens (penso eu, porque com a autoridade Portuguesa já não duvido de nada), abre-o e vê que não está lá nada. Faz uma cara de parvo, que não é dificil e pergunta: Então onde está a Maddie?

E eu: Ah raça da gaiata que já se me fugiu outra vez!

A história a partir daqui poderia ter muita ou pouca piada, dependendo do vento....

E pronto, foram estas as minhas ideias doentes dos últimos tempos. Vou voltar pós potenciais de acção e para as equisetum arvense da minha vida.

E vocês portem-se bem e bebam actimel que tem bicheza que vos faz cócegas nos divertículos.

domingo, 27 de março de 2011

Ser Poeta. De Florbela Espanca. Por Represas.

"E é amar-te assim perdidamente, e é seres alma e sangue e vida em mim, e dizê-lo cantando a toda a gente"

sábado, 26 de março de 2011

Há lá melhor coisa...


... do que o Amor da minha avó reflectido num doce de abóbora com nozes?

Avó do coração, sempre que tiveres Amor extra faz doce de abóbora. Esta 8ª maravilha faz a tua neta muito feliz! :)
E muito gorda também... by the way.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Polares da Decathlon. Quem não tem um?

Eu, Kika Maria, confesso que odeio camisolas polares, sejam elas da decathlon, da sport zone, da prada, ou até da Vuitton.
Ah e tal é bom para ir ao tiomarché... para mim é tão mau como os fatos de treino das riscas verticais; ah e tal é bom pa ir à missa quentinha... esqueçam que até Jesus Cristo sai da cruz e vos 'amanda' uma bofetada nas frontes; ah e tal é bom pa tar em casa.... pronto, desde que seja com as janelinhas fechadas, fantástico maravilhoso.
Para mim é roupinha do povo. São feios e têm ar de qualquer coisa esquisita que eu nem sei bem definir.

Até há umas horas atrás eu poderia responder à pergunta inicial levantando o dedito e dizendo: me me me, Kika Mary não tem , não tem, mas neste momento estou encostadinha ao canto a assobiar (fiufiufiu) pó tecto. E isto porque o povo é quem mais ordena, e se o povo tem, eu também tenho de ter, e como sou uma exageradinha da treta, comprei um vermelhusco e um verdusco, porque o preço assim obrigava, só por isso, claro. Mas aviso desde já aqui ó fachavôr que os ditos só saem à rua para as caminhadas nas falésias e debaixo de 1 casaco e de 1 corta vento, sem direito a espreitanço pá rua.
Agora vamos esperar pela estocada final que se dá quando eu comprar umas Uggs. Estão autorizados a gozar.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Ódio de estimação

Não gosto da nova moda de andar de pantufas na rua. Arrisco-me a chamar-lhes 'Jamés', sabe lá Deus porquê (ele não sabe mas eu sei ihihihiihihihih).

Mas já que querem continuar com essa panca, ao menos sigam o dito "o que é nacional é bom" e usem as fofuxinhas da Serra da Estrela, sim?
E não me venham cá com estrangeirismos, porque a m#rd@ é a mesma, o cheiro é que é diferente, e as nossas cheiram a cabrinha. Hmmmmm que non s'aguenta!

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Sweet November



Porque adoro este filme, os actores (acordo ortográfico, kiss my ass) e porque, desde há 3 anos a esta parte, adoro Novembro. Porque Novembro foi o começar de tudo, foi o 1ºbeijo de muitos que me fazem sentir cada vez mais apaixonada. Venham mais Novembros, sim?

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

E o momento alto do meu dia foi..


.. qd ele, inesperadamente, me ofereceu isto.
Não é o meu aniversário (graças a Deus, porque isto já vai muito avançado), não é Natal, não é Pão-por-Deus, não fazemos meses, nem dias, nem horas de conjuguisse, portanto, se não é Amor.... é um 'Run Forrest run' que tás um cadito flácida.

Prefiro acreditar que é Amor e que ele vê em mim a Heidi Klum do Oeste, versão morena.

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Franjnhas, diga 33!


Porque a minha princesa hoje faz anos. Porque a minha princesa agora é franjinhas. E porque gostamos daquela piadola do diga 33, não é por mais nada, ok? (vês como eu sou linda?)

E quando se fala em franjinhas só me lembro deste cãozinho fofo, e eu... tenho orgulho orgulho em ser uma vaca... (isto é de outro animado mas olha encaixa aqui na perfeição).
With or without 'franjines', you're the one and only princess of my life!

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Encaixe perfeito.

Estudando para Higienismo e Dietética, como um duchaise que nem uma porca.

E tão bem que encaixa..

domingo, 16 de janeiro de 2011

Telepatia de Lara Li



Ando cismada com o 'desaparecimento' da Lara... e andava atrás disto há semanas... numa busca Jorge Palma encontrei a querida.
Passem séculos e esta música será sempre uma das minhas músicas. Oh se será...

sábado, 15 de janeiro de 2011

Ups!


Sabes que tens a consciência pesada quando vais a andar a pé e a falar ao telemóvel, vês um polícia, baixas o telefone e começas a dizer 'é a polícia, pera aí um bocadinho'.

Ou seja... força do hábito! Bad Kika, Bad!

Sobre o Amor, a Dor e a Dor do Amor.


O Amor não se escolhe nem se recusa. O Amor aceita-se e vive-se com toda a garra. Só assim é Amor. E só assim o merecemos.

E por ser Amor traz com ele Dor. Nem sempre nem nunca. Uma dor pequenina, uma Dor que se suporta ou uma DOR que nos tira o ar. Uma dor que vale mais que um cento ou uma DOR que vale como um cento. Uma Dor que não se esconde, que não se apaga, que toma conta de todas as funções orgânicas.

Já sofremos por aqui uma dor, qd o amor se foi. O amor voltou, foi de novo e a Dor ocupou o seu lugar. E o Amor voltou, e foi, e a DOR sempre a colmatar. E o AMOR voltou e a DOR tirou dias, semanas, meses... e às vezes manda a dor mas o AMOR dá-lhe um chega para lá.
E hoje sei que valeu a pena, desde o amor ao AMOR, desde a dor à DOR.

Mas o que não altera, o que não significa coisa alguma são as palavras vãs de alguém que parece nunca ter sentido Amor, ou Dor, ou a Dor do Amor. Esta vivência não permite futilidades, banalidades ou lugares comuns. Não requer palavras sábias ou filosofias brilhantes. Requer tempo, espaço e que o mundo se esqueça de nós. Requer que o Mundo esteja lá, que o Mundo atenda num segundo, mas que o Mundo não nos obrigue sequer a respirar. Porque a DOR do AMOR é também para ser vivida em pleno e só assim abre portas para o Amor regressar.


PS: Been there, done that. O Mundo está aqui para ti, mas caladinho, como se quer. Love u princess.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Só uma duvidazinha.


Queridos, fofos, coisas boas da Kikinha, vocês que estudam, que estudaram ou que sabem de quem o faz, respondam-me a uma pequenininha questão que me assola há uns tempos:

Alguém tem 10 frequências por semestre, no espaço de 24 dias, à razão de 2 ou 3 por semana?

Pronto, era só isto. Agradecida!

E porque ai tal deixa cá ver o que tenho ali que me possa dar alimento ao neurónio...olha uma bomboca... nhac!


Depois dos fundamentos, das anatomias e fisiologias e agora dos microbiozinhos todos e mais alguns, deu-me para isto... poderia ter-me dado pa comer um pêro, mas a fruteira fica mais longe do que a despensa. Culpa da construção, tá visto!