quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Didi, queres morrer então morre!


O Dionísio é o meu bonsai de estimação. Toda a vida tratei dele como um bebé.
Normalmente chamo-lhe Didi, afinal de contas os babyss chamam-se pelo petit nom.
Sempre foi um bonsai mimado pela mãe Tita. Todos os dias pelo menos 5 minutos meus são dele.
Com a chegada do Didi foi necessário aprender a tratar dele. Fi-lo com vontade.
Depois das férias deste Verão, o Didi começou a perder imensas folhas, a ficar com um ar triste e a deixar de beber a água que era habitual.
Depois de muito ler, suspeito que seja uma virose.
Ontem um amigo dizia-me para o levar a um hospital de bonsais. Pedi-lhe os contactos e pensei que não teria outra solução senão ir. Mas depois pensei, o meu Dionísio não vai a nenhum hospital. Só me faltava ter um bonsai com a mania que é rico só porque vive na Sé. Bonsais presunçosos non s'aguentam!
Se quer estar doente e não reagir aos meus cuidados, esteja.
Se quer continuar feio de tão amarelo que está, fique.
Se quer morrer sem ter razões para tal, morra.
Fique sabendo que a sua mãe Tita estará sempre aqui se houver vontade para recuperar...

3 comentários:

ladybug disse...

Também tive um Didi, que me foi oferecido com muito carinho. Mas jeitosao que sou com seres vivos, consegui matá-lo em menos de um mês :( Espero que o teu Didi recupere depressa!

Tita Costa da Sé disse...

Oh Ladybug, o meu Didi continua doente! Já lhe comprei vitaminas para a água, cortei-lhe as folhas todas e nada!
Os bonsais são realmente uns seres vivos tão sensíveis que non s'aguenta.
Obrigada.

Mestre Bonsai disse...

Provavelmente chego tardissimo, o post é de 2008!
Qualquer assunto sobre bonsai, pode recorrer a esta loja, mesmo que não tenha sido comprado lá:
http://mestrebonsai.spaces.live.com