quarta-feira, 9 de abril de 2008

Galochas


Será que ainda teremos que usar galochas para caminhar nas ruas por muito mais tempo?
A nossa sorte é que temos de todas as cores e feitios, não é assim Kika?
Não há sabrina que aguente tanta chuva.

3 comentários:

Kika Canas da Lapa disse...

Tita, minha rica, anime-se... a menina tem sabrinas tão lindas que non s'aguentam. E haverá quem resista a galocha tão bela? Eu não, sou fanzerrima das ditas. Olhe, grande beijo pa si

MacacoIvo disse...

Estava eu a ler calmamente o blog das minhas amigas quando me deparo com uma foto de uma galocha...

Pensei imediatamente: deve de ser um comentário a dizer horrores de quem usa galochas! Ainda por cima, a foto que serve de teaser é uma galocha que imediatamente me faz lembrar uma mistura de all-star com as patas do Poupas, sim esse mesmo da Rua Sésamo que eu via atentamente há coisa de mais de 20 anos... Mas não. Como se não bastasse ainda me vão dizer bem daquele tipo de calçado... Olhem, só vos digo uma coisa: Nons'aguenta mesmo!!!!! Que coisa horrorosa! Não tarda estão as meninas (que andam sempre muito chiques) a andar de galocha Adamastor, sim daquelas que os agricultores usam para andar no campo...

Enfim.... Deixem-se de galochar e comprem umas botinhas mais 'in'! Há por aí tanta coisa que nons'aguenta de gira que é....

Byeeeeeeeeeeeee (looooool)

Kika Canas da Lapa disse...

Rico menino, gira que é gira usa galocha. Rica que é rica usa galocha amarela com bonecos. Vestuário diferente é tão apelativo que non s'aguenta. Não seja chato. Convenhamos que o menino não tem moral nenhuma, visto que há uns tempos atrás queria comprar calçado de hospital... sabemos do que estamos a falar certo?