quinta-feira, 24 de abril de 2008

Na há melhó bolo cá sande...mas tamen gosto de palmieres.

Eu, Kika da Lapa, sou uma rica muito dada à paparoca, não sei se ja tinham reparado pelos outros posts (eheh). Como diz a minha avó "Quando me recusar a comer, comprem-me o caixão".
Posto isto, sou menina pa parar na área de serviço de Pombal, mais propriamente no restaurante Zé dos Leitões, e pedir uma sande de leitão bem aviada, de preferência com a pele estaladiça.
Se me dão a escolher entre um bolo e um salgado... 'amando-me' ao salgadinho e nem digo aqui tou eu. Non s'aguenta tanta 'alambazice'. Ui ca bom!

Contudo, à falta de sandocha, empadinha, rissolinho, ou pastel de massa tenra, não me faço de rogada a um belo palmier. Não há nada melhor pó bico murcho (salvo a expressão) do que nos empanturrarmos destes bolinhos estaladiços cheios de manteiga e açúcar. Eu hoje já comi uma caixinha deles (pequenita, pequenita ;P). O bico continua murcho, mas em compensação, as calças amanhã não me servem. Non s'aguenta calças que encolhem na máquina, irra (:D).

2 comentários:

Pipinha disse...

Pois é...as calorias são bichinhos maus que entram nos roupeiros de noite e encolhem as nossas roupinhas!!!!

Kika Canas da Lapa disse...

Minha amiga, só a menina me entende. Bichos feios e ruins essas calorias... então aliados à desgraçada da TPM que nos faz comer até sair plos olhinhos.. ui qu'isto tá do melhor que há... Non s'aguenta mesmoooooooooooo!